Como não se sentir sobrecarregado e ansioso?

Sabe aquela sensação de quando algo completamente inesperado te provoca? Como um pequeno inconveniente aparece e de repente parece a pior coisa que já aconteceu com você? 

É mais ou menos assim que muitas pessoas se sentiram durante a pandemia. Como resultado, estamos todos ficando emocionalmente abalados. De novo e de novo e de novo. E é exaustivo.

Se você também está se sentindo assim, com certeza não é o único. 

Tudo isso tem um impacto em nossos cérebros e nossa capacidade de lidar. Geralmente, quando enfrentamos uma ameaça, ficamos com medo, ficamos estressados ​​e analisamos nossas respostas.

Embora não existam cinco dicas fáceis de saúde mental para fazer as coisas darem certo quando não podemos descansar, há pequenas coisas que podemos fazer para cuidar de nós mesmos em momentos em que parece que não podemos respirar. Espero que alguns dos conselhos aqui possam ajudar, mesmo que seja fazendo você se sentir menos sozinho.

1. Concentre-se em dormir o suficiente

Se você vai priorizar uma estratégia tradicional de autocuidado agora, tente dormir um pouco . Pode parecer pouco, mas impacta muito. Quanto menos dormimos, mais hipersensíveis à ameaça somos. Ficamos mais ansiosos. Vemos as coisas de forma mais negativa. É tudo uma resposta evolutiva. Nos tempos das cavernas, se você estava lento e cansado, era comido, a menos que estivesse em guarda. Se você não estiver dormindo o suficiente, seu corpo verá tudo como uma ameaça para protegê-lo. 

Por isso, ter um sono reparador (aquele que você realmente descansa), é fundamental.

Claro, há uma boa chance de que o estresse e a ansiedade de tudo estejam interrompendo seu sono agora, então priorizar o sono não é exatamente fácil. Mas vale a pena fazer um esforço extra para garantir que seu sono seja o mais tranquilo possível, seja ajustando o tempo de tela, dobrando os exercícios de relaxamento antes de dormir ou conversando com seu médico sobre outras medidas que você pode tomar. Comece com estas dicas sobre como dormir apesar da ansiedade.

2. Não se culpe sobre como você “deveria” e “não deveria” se sentir

Fala-se muito sobre como devemos nos ajustar ao “novo normal” de viver após uma pandemia, e para muitos isso só acrescenta culpa e invalida como estamos nos sentindo. 

Se você estiver reagindo às coisas de uma maneira que não faria “normalmente”, lembre-se de que as coisas não estão normais ainda!

Claro, talvez no passado você não tivesse respondido tão mal a, digamos, entrar em uma pequena discussão com seu parceiro ou receber um feedback ruim de seu chefe, mas a hipersensibilidade é um resultado compreensível de tudo o que aconteceu na pandemia  também. Então continue acompanhando as noticias de hoje do brasil e saiba que você não é o único a se sentir ansioso e sem dar conta de tudo

3. Interrompa seus pensamentos negativos

O pensamento negativo é tipicamente definido pelos terapeutas como imaginando os piores cenários. Pense em se preocupar que seu avião vai cair ou que um pequeno sintoma com o qual você está lidando é um sinal de uma doença terminal. O problema é que, durante esses tempos turbulentos, o pensamento negativo e catastrófico chega muito mais perto de casa. 

Como muitas ferramentas comuns para combater pensamentos negativos podem não ser tão úteis no momento (como verificar um pensamento e explorar os piores cenários de frente), é recomendado encontrar qualquer coisa que possa interromper seu pensamento ruim.

4. Viva um dia de cada vez

Falando em pensamento catastrófico, pode ser do seu interesse se concentrar mais no presente do que no futuro agora. O que, mais fácil falar do que fazer, eu sei. Mas com tanta incerteza sobre como será o futuro, tentar imaginá-lo é uma receita para desmoronar.

Fique tranquilo, procure atividades relaxantes e prazerosas e fique pertinho das pessoas que você ama. 

Não pensar em trabalho alguns minutos por dia, não acompanhar tanto os jornais para ficar um pouco afastado de algumas notícias ruins também pode ajudar.

E sempre que possível, procure ajuda profissional, só eles têm as melhores respostas e tratamentos!

Previous Post Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.