O que conhecer em Israel?

Na encruzilhada da Ásia, Europa e África, Israel e os Territórios Palestinos têm sido, desde os tempos antigos, um ponto de encontro de culturas, impérios e religiões.

Berço do judaísmo e do cristianismo, sagrado para muçulmanos, a Terra Santa convida os turistas a mergulhar na riqueza e variedade de suas tradições religiosas.

Além disso, poucos países têm uma geografia tão variada dentro de fronteiras tão reduzidas: um dia você pode relaxar em uma praia do Mediterrâneo, no dia seguinte flutuar nas águas salinas do Mar Morto e no dia seguinte mergulhar no Mar Vermelho.

Mas entre tantas possibilidades, aqui estão 10 coisas para fazer em Israel e nos Territórios Palestinos para descobrir o encanto e a riqueza desta terra antiga.

1- A cúpula da rocha, Jerusalém

A primeira imagem da Cúpula da Rocha em Jerusalém – uma tampa dourada que brilha em uma base octogonal com impressionantes tons turquesas, tira o fôlego de qualquer turista.

Talvez seja precisamente o efeito que seus arquitetos desconhecidos queriam alcançar mais de 1300 anos atrás, quando começaram a construir esta extraordinária obra-prima.

As melhores vistas podem ser admiradas do Monte das Oliveiras, mas não perca a oportunidade de observá-la de perto, subindo de manhã cedo no Monte do Templo / Al Haram Ash Sharif.

2- O Mar Morto

Depois de passar o sinal de ‘nível do mar’, continue a descer até ver as águas azul-cobalto do Mar Morto, cercadas por depósitos de sal branco e tufos de vegetação verde escura.

No Oásis de Ein Gedi, é possível atravessar desfiladeiros profundos a pé, até chegar a piscinas de águas cristalinas e cachoeiras. Depois, você pode subir ao deserto de Judas – ou desembarcar em terra para tomar um banho na água salgada.

Além disso, ao Sul, na área de Monte Sodoma, é possível andar de bicicleta nos leitos secos dos rios e praticar muitas outras atividades.

3- As praias de Tel Aviv

Vá para Gordon Beach, em Tel Aviv, sente-se na areia ou em uma espreguiçadeira e observe os banhistas que se banham ao sol e os que estão nadando, surfando, navegando ou jogando.

Aproveite e escolha um dos bares ou restaurantes que servem comida e bebida na praia e desfrute de um bom almoço.

Desse modo, ao anoitecer, vá até os bares da orla e saboreie uma Goldstar gelada, admirando o pôr do sol sobre as águas azuis intensas do Mediterrâneo.

4- Ramallah

Lar da maioria das acomodações econômicas na Cisjordânia, além de quase todos os bares e vida noturna, Ramallah é uma excelente base para visitantes, além de uma cidade animada e cosmopolita.

Desde 2017, abriga o Museu Yasser Arafat, instalado dentro do complexo onde o líder palestino passou seus últimos anos sob o cerco de Israel.

Além disso, há também um museu dedicado ao grande poeta Mahmoud Darwish.

5- Muro das Lamentações, Jerusalém

Durante séculos, os judeus foram ao muro de contenção do Monte do Templo, erguido dois milênios atrás, para rezar e lamentar a destruição do Primeiro e Segundo Templo.

As gigantescas pedras do Muro Ocidental, exercem um poder quase hipnótico, com os fiéis colocando as mãos e a testa sobre eles para estabelecer um profundo contato com Deus.

Observando com cuidado, você verá que nos interstícios entre as pedras eles escondem pedaços de papel presos pelos fiéis que trazem suas orações.

6- Basílica do Santo Sepulcro em Israel

Construída no local em que Santa Helena, mãe de Constantino, o Grande, acreditava que Jesus havia sido crucificado e enterrado, a Basílica do Santo Sepulcro em Jerusalém é o lugar mais sagrado da Terra para muitos cristãos.

Em suas capelas escuras e permeadas de espiritualidade, várias denominações cristãs perpetuam algumas de suas tradições mais antigas.

7- Jardins Baha’i, Haifa

Uma união de simbolismo religioso, vistas inesquecíveis e atenção meticulosa à estética, os 19 terraços dos Jardins Bahá’ís, em Haifa se apresentam como uma expressão da busca humana pela beleza.

O Mausoléu de Bab fica com sua cúpula dourada no centro dos jardins. Além disso, é cercado por canteiros de flores geométricos, gramados, esculturas e fontes. Elas descem gradualmente das encostas do Monte Carmelo, proporcionando aos peregrinos e turistas um profundo sentimento de paz.

Se você estiver apto o suficiente para enfrenta a escalada, a vista fantástica sobre Haifa faz você esquecer o cansaço da subida.

8- Israel: Conheça Massada

Os romanos tinham acabado de destruir Jerusalém quando mil judeus fanáticos chegaram em um planalto remoto acima do Mar Morto.

Olhando para baixo do refúgio, ainda é possível identificar os oito campos romanos conectados por um muro de cerco. Ele cercava a colina, testemunhando os trágicos eventos de 73 d.C.

Os romanos construíram uma rampa e violaram os muros, mas encontraram apenas alguns sobreviventes, porque muitos preferiram o suicídio à perspectiva de escravidão.

9- Jericó Antigo

Vagando pelas ruínas da antiga Jericó, é uma parte essencial de qualquer viagem à Cisjordânia.

Mas, além dos restos do que muitos estudiosos consideram a cidade mais antiga do mundo (que, segundo algumas estimativas, datam de 10.000 anos atrás), há muito mais para ver.

Reserve um tempo para admirar os mosaicos do Palácio Hisham e não perca o teleférico até mosteiro Qurantul.

Jericó também abriga um dos melhores albergues da Cisjordânia, o Sami Youth Hostel.

10- Tsfat

Os rabinos do século XVI transformaram Tsfat – a cidade localizada na posição mais alta da Galiléia e de todo Israel – no centro de estudos da cabala mais importante (misticismo judaico) do mundo.

Seu espírito está vivo nos becos e nos antigos edifícios sagrados do bairro das sinagogas.

E no bairro dos artistas, nas proximidades, onde pequenas galerias vendem objetos judaicos com um design animado e criativo.

A aura da cabala também é sentida no cemitério da colina, onde alguns grandes sábios judeus estão enterrados.

Você gostou de conhecer mais sobre Israel? De fato, é um lugar encantador. Mas saiba que para viajar em segurança, é obrigatório ter um seguro viagem.

Quer saber como contratar o seu para ir a Israel? Acesse mais informações aqui!

Previous Post Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.